Sobre meus contos

Pessoal o banner acima está desatualizado, nas tag's à esquerda vocês encontrão todos os meus contos, ou se quiserem podem clicar aqui

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

A Praga Cinza [miniconto]


Uma doença ameaçava o país. Cesar Neto, médico e capitão do Exército, era o infectologista responsável pela investigação. Surgida na China, a Praga Cinza atingiu várias partes do mundo oriental e, apesar do rígido controle e da distância, chegou ao Brasil.
Vindo de uma família humilde, Cesar jamais teria se imaginado frente a um trabalho tão importante. O prazo findava e ele nada tinha. Porém, uma ideia maluca o atormentava e o parecer do laboratório em suas mãos poderia ser a resposta.
Os primeiros relatos de contaminação foram em 12 de outubro de 2015. Seguidamente vieram outros em datas aparentemente irrelevantes, até o surto violento em 25 de dezembro. Curioso, pesquisou a relação entre cada paciente e seu dia de contágio. O resultado foi que todos foram infectados em datas especiais: aniversários, casamentos e etc.
Após uma lida detalhada no relatório, a expressão dele era de horror. Abriu a porta bruscamente e olhou para o aniversário que acontecia na sala de sua casa.
Os presentes espantaram-se quando ele saiu empurrando todos e arrancou com força o presente da filha. Mas era tarde. A face dela já apresentava manchas cinza e o sorriso desaparecia. Ao ver o embrulho em sua mão percebeu que estavam condenados. A menina caiu sem forças e Cesar, já enfraquecido, segurou-a em seus braços. Com o celular em mãos:
— 192, qual a emergência?
— Ao estourar o plástico bolha respiramos o ar da China.
E apagou.
Todos os direitos reservados a Jefferson Nóbrega

0 comentários:

Diga o que passa em sua mente...